Dica gastronômica para praças de alimentação

por Odon

No post de hoje vou dar uma dica gastronômica de fast-food testada e aprovada por mim ao longo dessas 14 semanas de reeducação alimentar (até agora bem sucedida por sinal). Criei o hábito de almoçar em praça de alimentação de shopping center praticamente todos os dias de semana junto aos amigos do trabalho. Apesar de lá eu sempre ir em restaurantes self-service e não trocar o tradicional prato de arroz com feijão por nenhuma das guloseimas ofertadas pelos demais estabelecimentos, às vezes bate aquela vontade de sair da rotina. Dessa forma, elegí a sexta-feira como o dia oficial de sair da rotina, e dei uma estudada nas ofertas de alimentos dos fast-food para achar opções interessantes. Encontrei algumas opções, e vou falar de uma delas.

Muitas das vezes que quero comer algo diferente do meu querido prato basicão de arroz, feijão bife e salada, eu vou ao Spoleto, um fast-food de massas. Lá eu peço Fuzille Integrale (macarrão parafuso integral) na opção gratinado. Peço para colocar apenas o molho de tomate simples (sugo), tanto por baixo quanto por cima. Daí você pode escolher 8 ingredientes para serem misturados na massa. Para deixar bem leve, eu costumo colocar: 3 porções de palmito, 3 de cebola e 2 porções de tomate. Eles salpicam um pouquinho de queijo parmensão antes de levar ao forno para gratinar. Por fim, tempero com os ingredientes “grátis” que ficam perto do caixa, colocando um pouco de pimenta calabresa, orégano e cebolinha e acrescentando também uma colher-de-sopa de azeite. Para acompanhar, aquela Coca Cola Light Plus. Nhamy!

Analisando bem, a base do prato é uma porção de 200g do macarrão integral. Ao fim, com os molhos e ingredientes misturados, o prato passa a pesar cerca de 350g. O molho sendo só o de tomate é uma opção bem leve. Se você opta por misturar ingredientes mais light, como os que sugerí, deixando de lado queijos gordurosos, bacon, entre outros, no fim você estará diante de uma refeição saborosa, bem servida e com aquela conveniência bacana de uma praça de alimentação de shopping, e que permite que você frequente esse espaço mesmo diante do desafio de reeducação alimentar.

Nas contas de pontuação que faço pelo programa Vigilantes do Peso, o prato que descreví possui valor energético próximo ao de uma refeição tradicional do meu dia a dia. Se você quiser ter uma noção, faça um comparativo entre as calorias de uma refeição montada no Spoleto e um prato-feito genérico, acessando a seção Monte Seu Prato no site do Spoleto, e comparando com o resultado da calculadora de calorias de pratos feitos do programa Bem Estar da Globo. Um prato-feito que me atende hoje pontuou 560 calorias. O prato do Spoleto, como o descrevi acima, pontuou 615 calorias. É interessante que se você brincar na calculadora do Spoleto é possível escolher outras massas oferecidas pela casa e alguns ingredientes mais calóricos e ver que facilmente consegue-se ultrapassar a marca das 1500 calorias! Coma com inteligência, e bon appetite!

Anúncios